Esperar é caminhar

Paciência é uma característica difícil de trabalhar. Ainda mais quando não temos ideia de quando iremos alcançar algo ou algum momento pelo qual estamos esperando, principalmente se o tempo que esperamos parece já ter sido uma “eternidade”…

Eu sou bem ansiosa, às vezes me surpreendo e percebo que sou mais do que imaginava, e é difícil esperar pelas coisas. É difícil esperar pra ver o que o futuro me reserva. É difícil esperar algo acontecer, quando estou me “corroendo” por dentro para saber como será, exatamente pela dúvida e curiosidade que o “não saber” traz. É difícil esperar pacientemente por algo quando sei que estou no meio do meu caminho.

“…porém o povo se tornou impaciente no caminho. E o povo falou contra Deus e contra Moisés: Por que nos fizestes subir do Egito, para que morramos no deserto, onde não há pão nem água?” Números 21:4b-5

Este versículo se refere ao povo de Israel, quando saiu do Egito. Eles também estavam no meio do caminho (para Canaã, Terra Prometida por Deus), e nós bem sabemos o quão impaciente eles eram. Este versículo fala do sentimento que eles sentiam, mas não era a primeira vez que reclamavam (ou faziam besteira, inclusive).

A cada passo do caminho eles reclamaram. Uma hora por não ter pão, outra por estarem com sede (ora, estavam no deserto), ou então por não conseguirem ver uma saída para os problemas. Você pode pensar “ah, mas eles já tinham visto milagres espetaculares no Egito, e a gente sabe que eles estavam indo para Canaã”, mas e nós? Quantas vezes, mesmo sendo testemunhas dos atos maravilhosos de Deus, não duvidamos e não conseguimos continuar a caminhada sem alguma comprovação de que “sim, tudo ficará bem“?

Mas tenho aprendido algo que quero compartilhar com vocês nesta terça: Esperar é caminhar.
O povo estava impaciente, e isso fazia com que quisessem parar, ou voltar para um lugar “seguro” (horrível, de escravidão, mas “seguro”). Aí está o segredo: não devemos parar. A ansiedade e medo fazem parte do desconhecido, é o que acontece quando estamos na metade do caminho, mas o Senhor sabe muito mais do que nós. Ele vê o fim do caminho, Ele sabe o que você precisa passar e o que você consegue suportar. E mais: o meio do caminho é onde Ele trabalha em você tudo o que precisa para que você chegue “pronto” ao final, à sua meta.

Mesmo sem saber o que virá, ou se algo que não prevíamos acontecer, não devemos parar no meio do caminho, devemos continuar. Seja qual for a situação ou área da sua vida, não reclame e nem pare. Continue, com fé, pedindo a Deus por paciência, se for o caso, mas continue a caminhar.

Sem Comentários

Postar um comentário

Comentar usando o Facebook

FemecSP